top of page
Buscar

MULHERES DO BRASIL: JOSIANE CLÍMACO

Vamos falar de Josi Clímaco.



Esta Mulher Guerreira, nascida em Volta Redonda/Rio de Janeiro onde começou seus primeiros passos na vida artística, através da dança e do samba, Josiane Climaco reside em Salvador desde 1992, quando começou a cantar e dançar com os grupos folclóricos Omi-Dudu Artes e Cia.de Dança, Cia. de Dança João de Barros.



A sambista, como se intitula, buscou as rodas de Samba de Salvador para acalentar seu coração. Foi descoberta por Mestre Neguinho do Samba que a indicou para ser uma das vozes femininas da Banda Alvorada para o carnaval em 2000; assim teve a honra de integrar o Bloco Alvorada, pioneiro da sexta-feira do carnaval baiano.


Josiane também é Mestra e doutoranda em Educação pela UFBA, com foco na pesquisa em Africanidades, ativista cultural, militante no movimento de mulheres negras, e também faz parte do Movimento de Mulheres nas Rodas de Samba de Salvador (5° doSamba do Cajueiro, Balaio de Gato, Seja também um Sambista ( Samba do Leite), Projetos no Pelourinho, entre outros).


Já fez participações como cantora em Alagoas, Minas Gerais e Rio de Janeiro.


Em 2019, também foi uma das convidadas para homenagear o Mestre Neguinho do Samba no aniversário da Banda Didá.



Em 2020 durante a pandemia, através de expressão corporal participou do

videoclipe Senhora Negra da cantora Fabiana Cozza, incorpora o time de sambistas baianos no videoclipe do projeto “Pagode Black-Tie” com o samba “O Show Tem Que Continuar”.






Nada mais honroso que o Mestre do samba Nei Lopes (RJ), o produtor artístico e músico Guga Stroeter, a orquestra Projeto Coisa Fina, ambos de São Paulo; além de sambistas de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.



Em dezembro de 2020 lança seu primeiro videoclipe com o single Mulher Preta

(Mumu Oliveira), com produção de Alã Fabrício, com a participação da mãe ÁFRICA -

Negra Jhô, personalidade ilustre de Salvador.



A cantora costuma dizer: "A Professora pesquisadora sustenta a sambista", mas não

abre mão de empoderar a bandeira do samba seja na Bahia, no Brasil e no mundo. "Eu vou em qualquer terreiro que o samba me chamar."




Repertório:


Mulher Preta (Mumu de Oliveira)

Pra matar preconceito (Manu da Cuíca/ Raul DiCaprio)

Qualquer Lugar (Silvana Truva/ Cebolinha)

Tem Mulher no Samba (Cota Pagodeiro)

Zé do Caroço (Leci Brandão)

Poder da Criação ( João Nogueira)

Malandro (Jorge Aragão/ Jotabe)

Sorriso Aberto (Guará)

Josiane Climaco

Contatos para shows:

Salvador: whatsapp: + 55 71 99645-0285 - E-mail: josiclimacocantora@gmail.com

Região sudeste: +55 11 97150-6290 (whatsapp)/ +55 11 99396-7873 -

E-mail: cabecadenega.producoes@gmail.com

Pout-pourri de Samba de roda

Ilha de Maré (Walmir Lima)

Marinheiro só (domínio público)

Não mexe comigo (domínio público)

Alguém me avisou (Yvone Lara)

Identidade (Jorge Aragão)

Preceito (Roque Ferreira)

Feminicídio Não (Jonilson Pantera)

Samba pra moças (Roque Ferreira)

Só se vê na Bahia (Roberto Mendes)

Vai passar (Romildo Pereira/ Josiane Climaco)




https://www.facebook.com/igbonan.rocha/videos/1959205340808528 - Show em Maceió - 2018


https://www.instagram.com/tv/CDw_Fiolr4i/?igshid=jn71kolbtyo2 - Abertura Congresso - UFBA em 2019


https://www.instagram.com/tv/CF-OGJYndn9/?igshid=flclx88u7ytp - Live Balaio de Gato 2020




Contatos para shows:

Salvador: whatsapp: + 55 71 99645-0285 - E-mail: josiclimacocantora@gmail.com

Região sudeste: +55 11 97150-6290 (whatsapp)/ +55 11 99396-7873 - E-mail:

cabecadenega.producoes@gmail.com


73 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


bottom of page